segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

O mano JÚLIO


Pan.

"Júlio Maria dos Reis Pereira, ou Julio como artista plástico e Saúl Dias como poeta, (Vila do Conde, 1902 — 1983), foi um pintor, ilustrador e poeta português.

Ao longo da década de 1920 trabalha no grafismo e ilustração de obras do seu irmão, José Régio, bem como da Presença, de que é dos principais colaboradores. Terá ainda colaboração noutras revistas, ..." (ler+)

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

O MAIS TRISTE FADO

ACap.

Mas é a voz de António Menano que continua a ouvir-se n' "O mais triste fado", uma letra do distinto poeta do Fado, Fernando Teles, vestida com uma música do mago da guitarra, Armandinho.

domingo, 18 de novembro de 2018

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

GAMA PINTO

O A.Maria

"O Instituto Gama Pinto é o único Instituto de Oftalmologia público existente no país e a sua criação remonta ao século XIX, nos reinados de D. Luiz e D. Carlos I.
A Missão do Gama Pinto é prestar serviços de saúde de qualidade no âmbito da Oftalmologia, constituindo-se como uma referência técnica e científica nos cuidados que proporciona e nos campos da formação e da investigação. ..." (ler+)

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Os rochedos


GCF

"... Manuel Augusto de Amaral, por sua vez, deriva a sua poesia do lirismo sentimental de João de Deus - com, a espaços, alguma reflexão filosófica à Antero - e cai, de vez em quando, na eloquência alexandrina de Junqueiro; mas é do povo, «o mais antigo / e verdadeiro / Poeta da Humanidade», que se confessa discípulo e de quem segue o rasto lírico em vários volumes de cantigas, onde há «versos que o povo bem podia cantar como seus», no dizer de Pascoaes. ..." (ler+)


"... Domingos Rebelo, nasceu em Ponta Delgada a 3 de Dezembro de 1891, filho de José Eduardo Rebelo, guarda fiscal, e de Georgina Augusta Pereira Rebelo. De posses modestas e quatro filhos, a família Rebelo atribuía grande importância à vida familiar e à actividade religiosa, aspectos que seriam marcantes tanto na vida como na obra do pintor.

A família Rebelo valorizava a educação dos filhos, ..." (ler+) - (retrato)


domingo, 28 de outubro de 2018

Parada e Chegança

Doidona por carros antigos!
Hoje, na Av. da Liberdade, não fora o ventão, tarde quase perfeita.
Olha, algumas das preciosidades que fotografei




















Lindões, não?

A C.M.L. também se fez representar e muito bem, olha lá!



Isto, de facto, não há nada como a patine!... A classe dos clássicos, é o que é.
Uma categoria! 
Enfim, de regresso a casa, apanhei o meu velho Metro, logo ali abaixo, nos Restauradores, onde, à entrada, dei de caras com um belo dum painel em azulejo -  "A Chegança" - logo hoje, mesmo a propósito, num dia tão importante para o Brasil...



Por esta e por outras é que continuo a preferir andar de T.P., embora, admito, seja mesmo doidona por carros antigos! :)