quinta-feira, 28 de abril de 2011

CAMÕES - AMÁLIA - FADO - TRADIÇÃO

Por causa deste vídeo que encontrei no YouTube, fui à procura da Rua Joaquina, na esperança de, este ano, me associar à festança e poder ainda ouvir a Celeste, a Carminho e sabe-se lá quem mais, acompanhadas duma bela sardinhada e duns copos de tinto... Não foi difícil encontrar a minúscula e simpática rua, que é esta inveja!
Nem me apetecia sair dali, mas, depois de mais umas fotos e conversas, lá voltei à Calçada de Santana, que tomei no sentido descendente e encontrei, então, mais esta interessante novidade para mim - a casa onde morreu Camões

I.P.04

e, na rua defronte, que leva o nome de Martim Vaz, estoutra casa onde nasceu Amália
Praticamente vizinhos, portanto!... se bem que em épocas diferentes...
Entre este morre e nasce, há os que, felizmente, ainda por cá estão e continuam a constituir essa rede de vizinhança vip, como é o caso do sortudo do Diogo...
Pá! há gente com muito fado!...

Sem comentários:

Enviar um comentário