sexta-feira, 27 de maio de 2011

Houve, em Portugal, um Rei...

D.L.

"-Porque me turvas a água que estou bebendo?"...

Uma fábula, para reflectir sobre o nosso passado, o nosso presente e o devir, que a todos compete escolher dentro de dias...

2 comentários:

  1. Ainda estamos a tempo de arrepiar caminho?
    Confesso que não sei.

    ResponderEliminar