quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Palácio Valada-Azambuja

Passei, uma vez mais, pelo Palácio Valada-Azambuja, onde se encontra instalada a Biblioteca Municipal de Camões, http://revelarlx.cm-lisboa.pt/gca/?id=1004
e verifiquei, com algum espanto, que os belos panos de azulejos, que forravam as paredes do átrio

continuam ausentes

embora já tenham sido retirados há algum tempo e se tenha anunciado, por quem sabe, que o imóvel iria "muito em breve sofrer obras de recuperação" (2008) http://lisboasos.blogspot.com/2008/10/palcio-valada-azambuja.html
Ora, de facto, nem uma coisa, nem outra!... O prédio, cadastrado como Imóvel de Interesse Público, está cada vez mais uma ruína e, de facto, nem se vê o interesse de recolocar os azulejos sem que, antes, se tenham efectuado as necessárias obras... Todo o interior - o visível ao visitante, fará o oculto!... - está mesmo a necessitar de alguns cuidados

para não falar já do que se encontra vandalizado

o que, aliás, é muito frequente nesta zona da Capital

Mas claro, claro que a Cidade tem prioridades!... Importante, crucial mesmo, era dar uma nova imagem ao elevador da Bica! Está um espelho, olhem lá!

4 comentários:

  1. Ofélia

    Estes seus apontamentos sobre Lisboa são uma maravilha.
    Ainda não tinha visto o elevador da Bica assim tão bonito. Na verdade já não vou para esses lados há muito tempo...muitos anos.
    Beijinho para si

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Afinal, parece que o actual proprietária deste imóvel, que de palácio já tem pouco...,é a Santa Casa da Misericórdia. Assim sendo, compreende-se mal como o imóvel continua naquele estado de degradação.Ou será que é preciso recorrer a um peditório...?
    Abraços
    Eu

    ResponderEliminar
  3. Obrigada, Manuel, pelo seu comentário. Eu preferia o antigo visual do elevador... coisas de gente conservadora!...
    Bjinho para si

    ResponderEliminar
  4. Pois é, Eu! Era capaz de não ser mau, o peditório..., mas, como dizia o outro,"para essa, já dei!"
    Abraço

    ResponderEliminar