sexta-feira, 12 de junho de 2009

Do Jardim Braancamp Freire à MOURARIA

Do Campo dos Mártires da Pátria à Mouraria, é um saltinho...

Antes, vale a pena conhecer melhor o jardim Braancamp Freire, onde já existiu uma praça de toiros e que agora tem lagos, esplanada, belas espécies animais e vegetais, de que se destaca uma secular "Árvore dos Namorados"...

Depois, desce a encosta que o leva até ao "Largo Martim Moniz" e, atravessando para o lado de lá, já está ali, no sopé da Mouraria, junto à Capela de Nossa Senhora da Saúde, Padroeira dos Fadistas, a Nossa Senhora do Fado!

A dois passos, entrando pela Rua do Capelão, encontra o "Monumento ao Fado", mais adiante a casa onde viveu a fadista Severa e, quase em frente, uma lápide assinala a casa onde nasceu um dos maiores fadistas da sua geração- Fernando Maurício. É a Mouraria o "berço do Fado", mas igualmente "berço de fadistas"... Foi lá também, um pouco mais acima, na Tr. dos Lagares, que cresceu Mariza e aprendeu a cantar o Fado.

Porém, para nos acompanhar neste passeio pela Mouraria, escolhi, não um fadista da Mouraria, mas uma das vozes masculinas da nova geração de que mais gosto, o Pedro, o mais novo dos manos Moutinho, interpretando o fado "Adeus Mouraria", do inspirado Artur Ribeiro.

video

2 comentários:

  1. Ofélia:

    Mais um vídeo óptimo. O Artur Ribeiro é um poeta excelente que tem escrito algumas das melhores e mais poéticas letras do fado! Eu tenho este "Adeus Mouraria" na versão do grande Carlos Ramos, mas gosto muito também da interpretação do Pedro Moutinho. Este jovem sim que sabe cantar, sim! :)

    Antón.

    ResponderEliminar
  2. É interessante que, para cantar o Fado, gosto de vozes masculinas "pequenas", como é o caso; também gosto muito de ouvir o Carlos Ramos, embora "se repita" muito...
    Esta interpretação do "Adeus Mouraria" tem "voltinhas", "quebras" e "requebros" que eu adoro...o Pedro, até quando se esquece, sabe cantar, sim!:)
    D'accord!
    Bj
    OP

    ResponderEliminar