sábado, 20 de junho de 2009

MADRAGOA, qu'é tão boa!...

"Não passes à Madragoa", é o fado, com letra de Frederico de Brito e música de Armandinho, interpretado por Raul Pereira, que escolhi para ouvir durante esta voltinha pela bela Madragoa.
video
Porém, nesta passagem pelo bairro, não poderia deixar de apontar duas ou três situações que reclamam intervenção urgente, sob pena de as designações de "monumento", "monumento nacional", "edifício histórico"..., deixarem de fazer sentido ou passarem a ter outro...
Começo pelo Largo da Esperança, onde se situa o imponente Chafariz da Esperança, classificado como Monumento Nacional, e o monumento ao Almirante Gago Coutinho, percursor da navegação aérea, o "sábio privativo da Madragoa", que residiu na Rua da Esperança, onde se situa um outro prédio histórico porque foi o local onde se reuniu o último comité revolucionário.
As fotografias falam por si
Se passar pela Madragoa, não deixe de visitar, na Rua da Esperança, o Museu da Marioneta, instalado no que foi o Convento das Bernardas e, se for no próximo dia 28, aproveite para ver, na Junta de Freguesia de Santos-o-Velho, a exposição sobre Fernanda Baptista e assistir ao espectáculo de encerramento, com fados e a Marcha da Madragoa. Promete!...
"Madragoa, Madragoa
Gosto de ti, acredita
A tua gente é tão boa
Não há em toda a Lisboa
Outro bairro tão catita!"

11 comentários:

  1. Que bonita está a Madragoa,toda enfeitada para receber os santos populares!
    E que bem sabe ouvir o fado enquanto passeamos pela boa Madragoa.
    Gostei. Mas, agora, vou descansar porque já andei bastante...!
    Qual será o próximo Bairro?
    Abraços
    Eu

    ResponderEliminar
  2. Fico satisfeita que tenha gostado deste passeio pela Madragoa. Ainda não sei qual vai ser o próximo Bairro, mas creio que lhe agradará.São todos lindos!
    Abraço
    OP

    ResponderEliminar
  3. Bom trabalho sobre Lisboa!

    Os meus parabéns!

    Hunca será de mais enaltecer o nosso FADO.
    Gostei.
    Cumpts
    APS

    ResponderEliminar
  4. A Madragoa é dos bairros mais lindos onde já estive. Decorada para os santos é um primor e o que lá se vive melhor ainda. Uma pessoa sente-se em casa!

    ResponderEliminar
  5. Muito obrigada pela sua avaliação, APS, embora eu considere que este meu trabalho está muito longe do bom... há por aí óptimos blogues sobre Lisboa, entre os quais o seu; Parabéns igualmente!
    OP

    ResponderEliminar
  6. Completamente d'acordo, Ti Mª Benta, e por isso mesmo entendo que bem merecia uma reparação geral ao casario, respeitando a traça, embora equipando os prédios de forma a proporcionar as actuais condições de habitabilidade. Há já por lá muito prédio em ruína, degradados, vandalizados... Recuperar, é o que se impõe por toda a zona histórica (e não só..), não acha?

    ResponderEliminar
  7. Muito obrigado por los comentarios en mi blog y que pienso responder individualmente.
    Felicidades por tan magnifico blog (el tuyo!) guia y norte de los amantes de Lisboa e o fado com som eu.
    Fernando.

    ResponderEliminar
  8. Não tem que agradecer. Achei o seu blog mtº interessante e o bloger com uma espantosa capacidade de síntese e humor.Fiquei fã.
    Obrigada pelas suas palavras acerca deste meu blog que é apenas um registo de algumas deslocações.
    Cumprmts
    OP

    ResponderEliminar
  9. MLisboa, vou responder a esse "não acha?" retórico com um enorme SIM! Até na famosa R. do Ouro há edifícios a cair, quanto mais pelas vielas dos bairros antigos... Ainda por cima trata-se de uma actividade bastante desafiante para alguns arquitectos, segundo me consta. Infelizmente nada disso depende de boas vontades.
    Felicidades para si, para o seu blog e para a cidade de Lisboa!

    ResponderEliminar
  10. Sim, pois é!...
    Que génio, TiMªBenta!...
    Obrigada pelos votos de felicidades, particularmente pelos endereçados à cidade de Lisboa!...

    ResponderEliminar
  11. Uma pregunta sobre Madragoa.
    Me refiero a letra de outro fado "Fado da Madragoa" de Joao Bastos:

    E reza a historia que foi là, numa noite de natal
    Que veio a luz o primeiro heroi marinheiro
    Que honrou Portugal

    O velha Madragoa
    Tens a Esperança e nada mas

    ....

    Alguem sabe se è um personaje real
    este marinheiro?

    Obrigado
    Roberto Peresio
    Italia
    peresio@hotmail.com

    ResponderEliminar