quarta-feira, 18 de julho de 2018

A esplanada




O quiosque é, por certo, uma das imagens de marca de Lisboa que a embeleza e caracteriza. Talvez por isso, para além dos já existentes, alguns dos quais foram reabilitados, semearam-se pela Cidade alguns outros, os novos quiosques. A um deles, ao Saldanha, foi adicionada uma esplanada de apoio, com capacidade para 40 pessoas. Pena é que fique quase encostada à fachada deste belíssimo prédio, classificado como IIP, tirando-lhe ainda mais a visibilidade, que o quiosque já em parte prejudica ...
Quer ver como era dantes a vista do mesmo local?
Ora, aqui tem!


Bem melhor, não acha?

domingo, 15 de julho de 2018

Importa conhecer o passado...

D.L.

"... Como académico, Caetano foi o fundador do moderno Direito Administrativo português, cuja disciplina sistematizou e ordenou, influenciando sucessivas gerações de juristas, no modo de pensar uma Administração Pública limitada pelos direitos dos particulares e sujeita a controlo jurisdicional, embora limitado por considerações políticas. Da sua escola sairiam professores como Armando de Almeida Marques Guedes, André Gonçalves Pereira, Jorge Miranda, Diogo Freitas do Amaral, Fausto de Quadros, José Manuel Sérvulo Correia ou Marcelo Rebelo de Sousa. ...

Foi também professor de Ciência Política e Direito Constitucional e também aqui deixou a mesma influência nos vindouros — estudaram-se, pela primeira vez de um ponto de vista jurídico e sistemático, os problemas dos fins e funções do Estado, da legitimidade dos governantes e dos sistemas de governo. Finalmente foi ainda um notável historiador do Direito português, designadamente, no período da Idade Média portuguesa. ...

Do ponto de vista económico e social, criou pensões para os trabalhadores rurais que nunca tinham tido oportunidade de descontar para a segurança social e lançou alguns grandes investimentos como a refinaria petrolífera de Sines, a Barragem de Cahora Bassa, entre outros. ...

O exílio retirou-lhe o direito à pensão de reforma no fim da sua carreira universitária. No Brasil prosseguiu a sua actividade académica como director do Instituto de Direito Comparado da Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro. Recebeu, também, o título de Professor 'honoris causa' da Faculdade de Direito de Osasco (UNIFIEO), no estado de São Paulo.

Marcello Caetano morreu aos 74 anos, a 26 de Outubro de 1980, vítima de ataque cardíaco. A sua morte aconteceu pouco tempo antes de ser publicado o volume I (e único) da sua História do Direito Português, que abrange os tempos desde antes da fundação da nacionalidade até ao final do reinado de D. João II (1495), incluindo um apêndice sobre o feudalismo no extremo ocidente europeu. Morreu sem nunca ter sido autorizado a regressar a Portugal do exílio no Brasil, onde morava no bairro carioca de Copacabana. ..."
 (ler+)

quinta-feira, 12 de julho de 2018

UMA MÃO



Quem passa ali na Praça do Duque de Saldanha não consegue ignorar aquela mão gigante que "segura" 9 andares de Evolution... E pensa "Isto é já muita evolução!". Mas diz quem sabe que por dentro, por dentro é que é, é só evolução!... "Para os amantes da tecnologia, é o oásis no meio do deserto. Para os restantes, é entrar no futuro. ..." (ler+)
Ora bem! Então,
Vá lá! Do the Evolution!... :)



Já agora, lembra-se como era dantes aquele espaço? 


                                                                           (daqui)

Pois... não tinha a mão da evolução!... Vai daí, deram-lhe com a mão do camartelo...

domingo, 8 de julho de 2018

TOMAZ COSTA


Ilust.

" Tomás de Figueiredo Araújo Costa nasceu em 1861 na freguesia de S. Tiago de Riba-Ul, concelho de Oliveira de Azeméis. ..." (ler+)



quinta-feira, 5 de julho de 2018

JOÃO DO RIO - Paulo Barreto








ACap.

"João do Rio, pseudônimo de João Paulo Emílio Cristóvão dos Santos Coelho Barreto[nota 1] (Rio de Janeiro, 5 de agosto de 1881 — 23 de junho de 1921)[6] foi um jornalista, cronista, tradutor e teatrólogo brasileiro. ..." (ler+)

sábado, 23 de junho de 2018

TOM

Ilust.31


Ilust.29

Ilust.30


Ilust.31

MªRita33


"Nasceu no Rio de Janeiro em 1906. Chegou a Lisboa em 26, integrando-se no movimento modernista.
Até 1930, fez publicações que incluíram caricaturas assinadas por Tom, de que se destacam A Voz e O Papagaio, jornal infantil.
Em 34,..." (ler+)

D.L.62

domingo, 10 de junho de 2018

DIA DE PORTUGAL, DE CAMÕES, DOS LUSÍADAS

Camões lendo os Lusíadas a D. Sebastião - pintura de António Ramalho

Que eu canto o peito ilustre Lusitano,
A quem Neptuno e Marte obedeceram.
Cesse tudo o que a Musa antiga canta,
Que outro valor mais alto se alevanta.

                                  Lusíadas - Canto I - Est. 3








Duas Pátrias 54

sexta-feira, 1 de junho de 2018

LISBOA

Ilust.


"Lisboa protegendo os seus habitantes é uma pintura a óleo sobre tela do pintor português Domingos Sequeira datada de 1812. ..." (ler+)